quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

ESTREITO | Prefeito Léo Cunha desmente fakenews criadas sobre as diárias.


Vítima de Calúnias o prefeito de Estreito Léo Cunha é enfático ao mostrar que trabalha de forma legal


Mal assumiu a prefeitura de Estreito, o prefeito Léo Cunha já está sendo alvo de calúnias que tentam roubar a cena com acusações injustas, na finalidade tão somente de confundir a opinião pública e colocar em xeque a seriedade do gestor e de sua equipe.


Pois bem, está circulando nas redes sociais uma matéria que acusa o prefeito de em meio à pandemia baixar decreto (004/2021), com a concessão de diárias aos servidores do município, ato este, totalmente legal e praticado por todos os municípios do Maranhão e do Brasil, inclusive pelo ex-prefeito da cidade. 


A matéria tendenciosa ínsita à revolta, mas não fala, por exemplo, que só receberá a diária o servidor que precisar se deslocar à capital e, ou a outras cidades para buscar recursos ou executar serviços para o município; só receberá a diária, aquele que constantemente precisa participar de reuniões fora da cidade, discutir projetos muitas vezes nas secretarias do Estado. E tudo isso gera custo, a diária será paga ao servidor para sanar as despesas de viagem, o que é perfeitamente legal e justo.


Vale lembrar que, nenhum recurso, nem mesmo o de combate ao Coronavírus vai cair do céu, se a equipe de governo ficar de braços cruzados na cidade. 


Os ataques midiáticos esquecem de mencionar que os valores das diárias, são os mesmos decretados pelo gestor anterior e que o prefeito Léo Cunha, dentro dos princípios legais poderia atualizar dentro dos índices indicadores de inflação. 


No entanto, Léo Cunha apenas mantém o padrão de valores usado pelo ex-prefeito, pois entende que todas as economias possíveis são necessárias, mas a diária faz parte da ponte que liga os benefícios que precisam entrar na cidade, além de ser algo legal e usado em todas as prefeituras no território brasileiro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário