sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Situação caótica do Hospital Municipal de Estreito põe em risco a vida de pacientes e servidores.



A prefeitura municipal de Estreito segue firme buscando todos os mecanismos necessários para administrar com responsabilidade e transparência. Pensando nisso, o prefeito Léo Cunha determinou uma inspeção técnica no prédio do Hospital Municipal, o que possibilitou a identificação de inúmeras patologias, tais como: fissuras, rachaduras internas e externas, infiltrações, deslocamento de revestimentos cerâmicos e rebocos, além de outros problemas.


De acordo com a equipe técnica, um dos principais agravantes das rachaduras e fissuras foi devido à falta de manutenção correta e acima de tudo, preventiva, no que diz respeito à estrutura e impermeabilização externa e interna.



A partir do momento, em que o reboco perfurou o revestimento impermeável, devido à pintura ser antiga, surgiram pontos vulneráveis que permitiram a infiltração das águas de chuva. Afirmou o engenheiro Wesley Sousa, assessor de projetos de engenharia.


A parte externa do Hospital a situação não é diferente, o sistema estrutural está comprometido, por causa das infiltrações, sistema de ar condicionado inadequado, cilindros de oxigênio expostos ao sol e chuva, sem a devida proteção, tubulação hidrossanitárias expostas ao ar livre com canos quebrados e abertos.

A estrutura do hospital de Estreito está gravemente comprometida, colocando em risco a vida tanto dos pacientes, como dos servidores.



 

Léo Cunha se manifestou sobre a situação:


"Estamos de forma muito minuciosa vistoriando todos os setores e ao identificarmos os problemas, estamos nos preparando e buscando, juntamente com nossa equipe, encontrar a melhor solução e tomar as devidas providências. Diante de tantos problemas e desmandos, não será uma tarefa fácil, mais estamos firmes e confiantes que vamos juntos organizar e proporcionar aos Estreitense um serviço público de qualidade, a altura do que a população merece". Ressaltou o prefeito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário